Blog

Espaço para você acessar nossas novidades e notícias relevantes para o setor

Qual o retorno financeiro de adiantar um prazo

Qual o retorno financeiro de adiantar um prazo?

08/07/2021

Em quais situações vale a pena adiantar um prazo de projeto ou de obra no mercado da construção civil? E qual a melhor forma de adiantar este prazo?

Adiantar prazos e sempre cumprir os projetos em dia é sempre desejável, para qualquer setor. Na construção civil trabalhamos com equipes multidisciplinares e diversas tarefas simultâneas tanto de projeto como em obra. Logo, um atraso pode desencadear uma série de problemas.

A questão dos custos também é uma questão chave, afinal, em áreas de suprimentos é comum se buscar o menor custo possível tanto para insumos como para serviços. Mas será que este menor custo vai trazer um maior retorno ao final da obra? Vale a pena pagar mais para encurtar prazos?

Antecipação do retorno de investimento

Para uma loja, uma fábrica, edifícios comerciais ou até edifícios residenciais, finalizar as obras antes do prazo significa que um edifício pode ser comercializado antes. Além disso, o custo de capital (juros) na fase pré-lançamento normalmente é bem mais alto do que o custo do financiamento da obra.

Em outras palavras, quanto antes o empreendedor lança o empreendimento, mais rápido começa a ter receita, e isso depende de velocidade de projetos.

Para isso, deve-se pensar, este retorno justifica um investimento em projeto para antecipar os prazos? Em muitos casos, a resposta à esta pergunta é sim.

Investir em projeto e planejamento é um caminho para encurtar prazos

Todo este retorno pode ser muito atrativo, mas como adiantar estes prazos? Uma solução para esta questão é muito planejamento e investimento em bons projetos.

No caso de sistemas pré-fabricados, ter um projeto compatibilizado antes das obras é necessário, pois estes sistemas serão produzidos off-site enquanto outras etapas da obra estão em execução. Para isso, é necessário ter todas as especificações em projeto. Para sistemas de vedações e estrutura pré-fabricados, todos as furações já devem ser pensadas e compatibilizadas com os projetos de elétrica, hidráulica, ar-condicionado, entre outros.

Um bom projeto e planejamento também evitam surpresas em obra e outros imprevistos, de modo que o prazo pode ser cumprido ou até encurtado.

BIM como aliado para adiantar cronogramas e ter mais assertividade nos prazos

Afinal, como chegar em todo este projeto compatibilizado e planejamento com as ferramentas que o mercado oferece?

Projetos integrados em BIM são um caminho para uma boa compatibilização de projetos, encurtamento de prazos e para se obter o retorno de investimento antecipadamente.

Porém, para isto o BIM deve ir além de uma ferramenta de visualização em 3D, como já falamos em nosso blog. É importante ter quantitativos precisos e modelagem conforme os processos em obra, para uma maior precisão na geração de prazos e elaboração de cronogramas.

Letícia Hein Hsiao

Área Técnica & Comunicação & Marketing na Inovatech Engenharia