Blog

Espaço para você acessar nossas novidades e notícias relevantes para o setor

Por que o Sketchup não é BIM?

Por que o Sketchup não é BIM?

13/10/2020

Confira o que diferencia um software de modelagem 3D, como Sketchup, para um software de desenvolvimento de projetos em BIM.

Ainda é comum ver que se confunde o conceito de BIM com a modelagem em 3D, presente no Sketchup, sendo que vemos também usuários de softwares em BIM que não aproveitam todo o potencial desta ferramenta.

Para entender se Sketchup é BIM ou não, é preciso entender, afinal, o que é BIM e o que é preciso para um software possibilitar o trabalho dentro desta metodologia.

O que é preciso para um modelo em BIM?

Como já falamos no nosso blog, BIM é muito mais que uma ferramenta de modelagem 3D. Se trata de Building Information Modeling, uma metodologia que prioriza as informações inseridas no modelo. Dessa forma, podem ser feitas diversas análises e automações verificando clashes, levantando quantitativos e planejando obras.

O principal benefício de se ter tanta informação e precisão em um único modelo é ganhar produtividade e agilidade no processo projetual, de modo que:

  • Evitamos diversas revisões no projeto, identificando erros no modelo com mais facilidade e antecedência
  • Identificamos e contornamos interferências com facilidade e velocidade, evitando levar erros para a obra
  • Evitamos uma grande quantidade de arquivos, que fragmentam as informações e dados do modelo

O que falta no Sketchup para produzir modelos BIM?

O Sketchup é bastante difundido entre os profissionais de arquitetura, principalmente por não apresentar uma infinidade de ferramentas logo de cara. É comum aprender a utilizar o Sketchup de forma autônoma e logo no início da graduação de arquitetura e urbanismo.

Dentro do Sketchup não é possível criar modelos em BIM pois ele não consegue distinguir os diversos elementos no seu modelo. O que impossibilita o levantamento dos mais diversos dados quantitativos a serem inseridos em um modelo em BIM, por mais que os elementos possam ser divididos em layers, como no Autocad. Sendo assim, também não é possível identificar interferências entre os sistemas.

A extração de plantas e cortes ainda é algo difícil de se fazer no Sketchup, pois o software também dificulta a aplicação de normas técnicas de desenhos, sendo necessário um outro software para preparar os desenhos para a exportação do material.

BIM quebra a fragmentação do projeto em múltiplos arquivos

 É praticamente impossível encontrar projetos complexos apenas em Sketchup, pois este não fornece todas as informações necessárias para o modelo e requer planilhas e desenhos em 2D para suprir a falta de informação.

 Desta forma, o Sketchup impossibilita os principais benefícios do BIM, sendo apenas um software de representação 3D, que pode fornecer uma ou outra análise mas não concentrar todo o projeto em um único modelo, como um bom modelo em BIM.

Estamos fazendo um bom uso das ferramentas em BIM?

Portanto, para um bom projeto em BIM não basta apenas trocar de software. É preciso alimentar o modelo com informação, ter precisão na modelagem e entender sobre sua construção em obra. Caso contrário, estamos apenas inserindo uma representação 3D em um software mais caro e perpetuando a fragmentação do projeto.

Quer saber mais sobre um bom projeto em BIM e como adaptar a ferramenta para suas necessidades?