Blog

Espaço para você acessar nossas novidades e notícias relevantes para o setor

simulações são confiáveis

Toda simulação de desempenho é confiável?

16/06/2021

Simulações de desempenho térmico, lumínico e acústico para Norma de Desempenho estão cada vez mais presentes no mercado. Mas todas essas simulações são confiáveis ou condizentes com o edifício real?

As simulações computacionais são ferramentas poderosas para avaliar o desempenho de uma edificação e analisar diversos cenários que nos ajudam a tomar melhores decisões projetuais. Com a Norma de Desempenho, em vigor desde 2013, estas simulações tornaram-se mais recorrentes em empreendimentos residenciais. Com as novas emendas para o desempenho térmico, lumínico e acústico, sua presença será cada vez maior nos projetos.

Benefícios das simulações

Se executada com os devidos cuidados, a simulação pode prever o comportamento de um edifício existe ou um edifício que ainda não foi construído. Dessa forma, pode ser calculado o impacto de diversas soluções de projeto como:

  • Alteração da espessura das vedações internas e externas
  • Alteração da cor das superfícies
  • Mudança dos tipos e tamanhos de esquadrias
  • Brises e cobogós
  • Efeitos do entorno

Com diversos cenários simulados, é possível tomar decisões melhores, ou até realizar simulações que nos ajudem a definir qual o melhor formato para uma edificação ou como projetar brises que melhor atendam às demandas de projeto, por exemplo. 

No caso da avaliação lumínica da Norma de Desempenho, são exigidos ensaios em obra. Para garantir que o edifício irá atender aos requisitos mínimos, nada melhor que simular este edifício ainda em fase de projeto. Dessa forma, eventuais alterações ainda poderão ser feitas para evitar mudanças em obra, que geram um custo imensamente maior que as simulações.

Além da Norma de Desempenho, algumas certificações de sustentabilidade também exigem simulações, é o caso das certificações AQUA-HQE, LEED, WELL, entre outros.

As certificações não são apenas uma excelente ferramenta de análise, mas podem ser aliadas para trazer mais qualidade às edificações, com soluções que trazem melhor desempenho térmico, lumínico e acústico e, consequentemente, trazendo um diferencial de vendas ao incorporador, economia de energia e conforto ao proprietário.

Como funciona uma simulação?

Para uma simulação, alguns inputs ou dados de projeto devem ser inseridos em uma ferramenta de análise. Estes podem ser tanto dados de geometria como dados de materiais, localização, entorno…

A partir destes inputs, é executada uma simulação que gera resultados sobre o desempenho da edificação, estes resultados devem ser tratados e analisados para avaliar o desempenho de um edifício ou nos ajudar a tomar boas decisões de projeto.

Um bom software não substitui a experiência e o conhecimento técnico

Nota-se que o software é apenas uma ferramenta, se os dados inseridos estão corretos ou não depende do consultor ou de quem estiver realizando esta simulação.

Um consultor experiente sabe quais os inputs corretos, como identificar os erros de simulação e quais soluções geram maior impacto para o desempenho térmico, lumínico e acústico. Desse modo, além de ter domínio da ferramenta um bom consultor deve ter domínio sobre os conceitos de conforto ambiental.

Como identificar se uma simulação é confiável?

Para avaliar se os resultados de uma simulação são confiáveis, deve-se levar em consideração se os dados de simulação (inputs) estão descritos em relatório, caso contrário o modelo pode não ter alta confiança e não condizer com o projeto.

Além disso, avaliar e medir se os resultados simulados estão próximos da realidade é um ponto chave para aprimorar a precisão destas simulações. As ferramentas estão sempre se atualizando e a verificação da precisão destes resultados deve ser constante.

Um bom relatório também explica como os dados foram interpretados e quais decisões foram tomadas para transformar um projeto em um modelo. Afinal, a informação deve estar clara e de forma acessível ao leitor.

Gostaria de saber mais sobre simulações?

Letícia Hein Hsiao

Área Técnica & Comunicação & Marketing na Inovatech Engenharia