Plano&Plano: simulações de desempenho lumínico

Residencial Plano&Plano Rudge, com 12 torres, recebe simulações computacionais feitas pela Inovatech, com orientações para garantir desempenho lumínico que atenda aos requisitos exigidos pela Norma de Desempenho


Residencial

Norma de Desempenho

Iluminação natural

 Simular o desempenho lumínico em um projeto de empreendimento residencial no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, com doze torres de até 9 pavimentos. Este foi o desafio que a construtora Plano&Plano confiou à Inovatech, no primeiro semestre de 2018.

Em vigor desde meados de 2013, a Norma de Desempenho (NBR 15.575) estabelece, entre outros requisitos, três níveis de desempenho lumínico (Mínimo, Intermediário e Superior) para as unidades habitacionais a serem construídas no país desde então, sendo que o atendimento ao nível Mínimo é obrigatório nos empreendimentos.

Para assegurar o cumprimento da norma, a Inovatech realizou simulações computacionais para verificar a performance lumínica de todo o projeto, conforme define NBR 15.575: na sala de estar, dormitório, copa/cozinha e área de serviço, o centro dos ambientes deve apresentar iluminância (quantidade de luz que incide sobre determinada superfície) em nível mínimo igual ou maior a 60 lux (ou 48 lux, no caso das unidades situadas no pavimento térreo).

Em uma semana, simulamos a iluminação natural em todas as unidades do térreo e do primeiro pavimento nas 12 torres, consideradas mais críticas por causa de obstruções existentes no entorno.

As simulações também consideraram uma lista de acabamentos oferecidos pela construtora nestes ambientes, como bancada em aço inox e revestimento em cerâmica branca nas paredes da cozinha e pintura branca no quarto e na sala.

Para o paisagismo, a Plano&Plano nos solicitou recomendações alinhadas com o atendimento à norma de desempenho. Após o estudo, elaboramos diretrizes de paisagismo, indicando os locais mais adequados para os plantios e a altura máxima recomendada, para evitar sombreamentos indesejados.

Também simulamos a influência da pintura das fachadas no desempenho lumínico das unidades e descobrimos que a escolha da cor era um aspecto importante a ser considerado pela construtora. E mais: colaboramos com diretrizes para as esquadrias (dimensões e posicionamento de caixilhos).

As simulações realizadas também levaram a uma alteração no projeto de implantação do empreendimento: uma das torres foi reposicionada para reduzir a influência de uma construção vizinha em seu desempenho lumínico. Alterado o projeto, os resultados de iluminação natural melhoraram muito.

Assim, é possível dizer que os ganhos obtidos vão além do mero atendimento à norma de desempenho. Com as simulações realizadas pela Inovatech, a Plano&Plano pôde aprimorar ainda mais o projeto, otimizar processos internos e entregar um produto com mais qualidade aos futuros moradores do empreendimento.

Saiba mais sobre como atuamos com a Norma de Desempenho, ou Entre em contato conosco.

 


< Voltar para CASES