Blog

Espaço para você acessar nossas novidades e notícias relevantes para o setor

Vale a pena usar BIM para Norma de Desempenho? Imagem mostra construção com luz que lembra dados digitais

Vale a pena usar BIM para atender à Norma de Desempenho?

21/02/2020

A resposta é sim, mas, para isso, a ferramenta deve ser utilizada como resultado de um intenso trabalho de gestão da informação

 

Vamos começar reafirmando algo em que acreditamos: BIM não é só uma ferramenta de modelagem 3D. Para que essa metodologia possa oferecer todas as suas vantagens potenciais, precisamos partir da premissa de que ela prevê um sistema de gerenciamento das informações.

É claro que o modelo BIM é também uma representação gráfica de um conjunto de dados. Mas, vale lembrar, essa tradução geométrica depende de um conhecimento bastante detalhado do que cada disciplina precisa.

Em outras palavras, não se trata de fazer um modelo bonito, complexo e todo colorido. Muitas empresas já caíram nessa de usar o BIM apenas para uma tradução visual do empreendimento. E o resultado não foi bom. Custou caro, não valeu a pena e, pior, gerou frustração, desilusão com a ferramenta.

Ainda temos hoje no mercado essa falha. Mas é uma questão de (pouco) tempo até virar uma excelente oportunidade de transformação dentro das empresas e, por consequência, com reflexos em todo o setor.

BIM requer trabalho de investigação

Atualmente, muitos “consultores” de BIM são ex-funcionários de revenda de softwares de BIM. Ok, eles conhecem muito da ferramenta. Só que isso não é o suficiente.

Estamos falando de algo que, para funcionar, precisa ser 100% personalizado. Não é nem de longe um produto de prateleira, que dá para replicar o mesmo modelo ou conjunto de informações para mais de um cliente.

Portanto, é fundamental que haja um trabalho profundo de reconhecimento e levantamento das informações necessárias a cada cliente, para que o projeto se desenvolva da melhor maneira possível.

Muitas vezes, algumas informações não estão disponíveis e é preciso descobrir caminhos para atingir o que se deseja, conversar com a cadeia produtiva, laboratórios de ensaios, fabricantes. Do contrário, o que se obtém é, no máximo, uma planilha de quantitativos.

Ainda assim, cabe dizer que essa planilha depende da criação do modelo computacional, conforme o método construtivo de cada cliente. As bibliotecas de dados precisam registrar como a empresa faz aquela construção, como estrutura os seus departamentos de compras e de projetos etc.

Conversar com cliente é fundamental

Em outras palavras, o grande trabalho do BIM é de gestão da informação. Ele precisa ser feito antes de se criar o primeiro modelo. Para isso, precisa ser resultado de uma série de conversas com o cliente, para entender que informações ele vai querer gerenciar através da metodologia e, principalmente, como ele está pensando na execução da obra.

No caso da Norma de Desempenho, as informações pertinentes vão criar novas camadas de dados a serem inseridos e rodados em BIM. E é de extrema importância que tudo esteja previsto também ainda no estudo preliminar.

Para isso, o primeiro passo é conversar detalhadamente com os projetistas e o empreendedor. É preciso responder uma série de perguntas, tais como quais informações serão necessárias, em quais momentos e para resolver quais problemas.

Em algumas situações, é preciso ainda incluir outras demandas específicas, como requisitos de certificações de sustentabilidade, por exemplo.

O que se ganha com BIM para NBR 15575

Trabalhando no projeto em BIM, o cliente muda o formato de gestão do projeto. O estudo preliminar passa a ser a principal entrega do modelo, e com a vantagem de trazer todas as disciplinas da Norma de Desempenho já devidamente compatibilizadas.

Assim, pode até ser que o modelo BIM demore um pouco mais, inicialmente. Mas, se pensarmos em todo o ciclo de produção do empreendimento, veremos que, na verdade, o BIM encurta muito os prazos de projeto.

No fim das contas, utilizar BIM para o atendimento à Norma de Desempenho possibilita revisões muito mais ágeis e, lá na frente, a entrega de projetos com muito mais qualidade também.

Ficou interessado em saber mais sobre como unimos BIM e Norma de Desempenho? Entre em contato com a gente!