Blog

Espaço para você acessar nossas novidades e notícias relevantes para o setor

Terceira idade e Norma de Desempenho, bons parceiros

Norma de Desempenho e terceira idade

23/07/2019

Você já percebeu que a NBR 15575 ajuda a melhorar a qualidade de vida dos idosos? Nesta semana em que celebramos o Dia dos Avós (26/7), listamos 3 pontos de conforto ambiental que integram a norma e fazem toda a diferença no bem-estar dos mais experientes da família  

 

Que a população brasileira está envelhecendo, disso todos sabemos. E, em algum momento (talvez nem tão distante assim), também seremos parte dessa estatística. Fato é que, em 2050, cerca de 30% da população brasileira terá 60 anos ou mais. Serão 64 milhões de pessoas buscando não apenas viver mais, mas viver melhor.

Nesse sentido, pesquisas em todo o mundo mostram que a principal meta dos idosos é manter uma vida autônoma e independente, para que possam, inclusive, morar sozinhos – algo que já é realidade para 15,7% dos idosos brasileiros, segundo o IBGE.

O mercado imobiliário já começa a perceber a necessidade de se adaptar ao envelhecimento da população. Alguns empreendimentos têm destacado adaptações nas plantas dos apartamentos e das áreas comuns, feitas especialmente para os clientes na terceira idade. A lista de itens, antes mais restrita a tópicos de acessibilidade, agora ganha diferenciais que prometem mais comodidade para os idosos, como salas para atendimento médico e terapêutico no condomínio, e até botão de emergência no apartamento.

Envelhecer em casa, com mais conforto

Pensar em bons produtos imobiliários para esse público é fundamental. Isso porque, em geral, os idosos passam a maior parte do tempo em casa, mesmo quando mantêm uma rotina razoavelmente ativa.

Desse modo, é preciso garantir que o ambiente doméstico seja o mais saudável possível. É aí que entram os benefícios da Norma de Desempenho.

Em vigor desde meados de 2013, a NBR 15575 estabelece uma série de critérios a serem atendidos pelas construtoras em todos os empreendimentos residenciais lançados no país. Entre eles estão alguns que têm relação direta com o nível de conforto ambiental dos moradores. São eles:

1- Conforto térmico

A Norma de Desempenho exige que toda habitação construída no Brasil garanta um nível mínimo de desempenho térmico. Trocando em miúdos, a construção precisa se mostrar confortável para os moradores, tanto no verão quanto no inverno.

Segundo os médicos, os idosos têm uma capacidade menor de regular a temperatura do corpo. No inverno, muitas doenças e dores crônicas se mostram mais comuns e o risco de infecções é maior. Da mesma forma, no verão, os idosos devem evitar a exposição prolongada a altas temperaturas. O excesso de calor pode desencadear quadros de desidratação e alterações no sistema circulatório, principalmente se o idoso for hipertenso ou diabético.

Por essas razões, se a casa for agradável do ponto de vista do conforto térmico, a saúde dos mais velhos será menos impactada ao longo das estações do ano.

2- Conforto lumínico

Pela NBR 15575, todo projeto de habitação deve garantir um nível mínimo de iluminação natural e também uma boa qualidade de iluminação artificial. Em relação à luz natural e pensando na terceira idade, podemos elencar inúmeros benefícios que a ela oferece, entre eles:

  • Aumenta a sensação de disposição e bem-estar;
  • Permite a exposição controlada ao sol (numa varanda, por exemplo) para maior produção de vitamina D e tratamento da osteoporose;
  • Melhora o equilíbrio do relógio biológico e também a produção de hormônios;
  • Combate a depressão.

Por sua vez, um bom projeto lumínico, que priorize a qualidade da luz artificial (quantidade, espectro e distribuição espacial, por exemplo), também é extremamente importante para os mais velhos:

  • Colabora para a saúde da visão do idoso;
  • Ajuda o idoso a reconhecer melhor o espaço e seus objetos;
  • Melhora a qualidade dos deslocamentos dentro de casa, reduzindo os riscos de quedas (que são a principal causa de morte acidental na terceira idade).

3- Conforto acústico

Na terceira idade, infelizmente, é comum ocorrer uma perda parcial da audição, que reflete na comunicação com a família e os amigos e, ainda, na inteligibilidade da fala. Um lar menos ruidoso representa um cuidado importante com a saúde do idoso.

A Norma de Desempenho também determina que os empreendimentos garantam, ao menos, um nível mínimo de conforto acústico, em que os ruídos externos (que vêm da rua) e os ruídos entre as unidades e os pavimentos (no caso de prédios) gerem menos incômodos aos moradores.

Uma casa mais silenciosa favorece o sono e a sensação de tranquilidade e bem-estar do idoso.

Feliz Dia dos Avós!

Esta semana, para homenagear todos os avôs e avós, queremos dizer que nosso trabalho também pensa nessa população. Trabalhamos dia após dia para garantir a todos, no presente e no futuro, construções mais confortáveis, eficientes e com o menor impacto ambiental possível.

Saiba Mais

Conheça nossos serviços relacionados à Norma de Desempenho: