Blog

Espaço para você acessar nossas novidades e notícias relevantes para o setor

Documentação BIM construção racional e industrializada

Quais são os principais documentos BIM?

11/10/2021

Para um projeto em BIM, a documentação é fundamental para o bom desempenho dessa metodologia. Você conhece os principais documentos e suas funções?

A documentação BIM consiste, sobretudo, em um conjunto de textos, prototipagens e outros elementos que alinham as expectativas de clientes, modeladores e projetistas. Seu formato varia de acordo com a documentação padrão adotada nas empresas, assim como outros padrões já estabelecidas.

Os principais documentos são:

  • BIP – BIM Implementation Plan
  • BEP – BIM Execution Plan
  • BIM Mandate

BIM Implementation Plan

O BIP, ou BIM Implementation Plan, tem como objetivo organizar a implementação da metodologia BIM na empresa, de acordo com seus objetivos, metas e desafios.

BEP – BIM Execution Plan

Já o BEP, ou BIM Execution Plan, estabelece diretrizes e critérios de execução de modelagem BIM para um projeto específico.

BIM Mandate

Por fim, o BIM Mandate tem como propósito qualificar entregáveis. Nesse documento, são descritos o grau de detalhamento por etapa, a padronização e as diretrizes esperadas de todos os projetos entregues em BIM para determinada empresa.

Nesse sentido, esses documentos auxiliam no mapeamento, delimitação das possibilidades e necessidades dos envolvidos na execução do projeto. Seguem três de funções dessas documentações:

Documentos BIM auxiliam na compatibilização entre disciplinas

Um projeto é, sobretudo, multidisciplinar. Isso é, envolve diversas disciplinas como estrutura, arquitetura, instalações elétricas, ar-condicionado, instalações hidráulicas etc. Naturalmente, cada um desses projetistas trabalha com metodologias e formas de desenvolvimento de projetos distintas, tanto para projetos em 2D como para projetos em BIM.

Vale lembrar que um projeto em BIM possui práticas e conceitos bem definidos. Para permitir essas diversas metodologias sem comprometer com o acesso às informações do projeto, a documentação BIM é fundamental. Além disso, é fundamental alinhar formatos de entrega e de modelagem para possibilitar a compatibilização do projeto em um modelo unificado. Dessa forma, a comunicação em um projeto BIM também é facilitada, como já comentamos no nosso blog.

Extração de quantitativos com precisão

Além da questão da compatibilização, a padronização da modelagem é fundamental para a extração de quantitativos com precisão. Essa modelagem deve estar relacionada à prática construtiva adotada em obra, de modo que o projeto esteja alinhado com o que será construído de fato. Para isso, elencar os parâmetros adotados e preenchê-los de maneira correta é crucial.

Pensar nos quantitativos e no modo de construção do projeto em obra é uma etapa fundamental desde o começo do projeto. Deixar essa etapa para o Projeto Executivo ou Liberado em Obra pode gerar um grande retrabalho do ponto de vista da modelagem.

Extração de plantas e bases em 2D

A documentação em BIM também facilita no momento de extração de plantas e bases, fornecendo diretrizes e padronizações para as plantas, conforme as demandas de projeto.  Desse modo, todos os projetistas estariam falando a mesma língua em um mesmo modelo, cada um em seu campo de atuação.

BIM em seu potencial máximo

Por fim, as documentações não devem ser vistas como documentos fechados ou um conjunto de regras inflexíveis, mas sim como fontes de informação atualizadas e sempre consultadas.

Essa documentação e padronização facilita a interface entre os projetistas e reduz um grande retrabalho no projeto, acelerando a etapa de projeto e trazendo mais qualidade à obra. Desse modo, o BIM pode ser usado em seu potencial máximo, evitando retrabalho e ganhando precisão e automação nos processos.

Arq. Mariana Barros de Menezes

Projetista e modeladora de famílias em BIM

Imagem: Tolu Olubode – Unsplash